26/03/09

COMER, REZAR, AMAR

Durante a minha 1ª semana de férias forçadas, que ao inicio tomei um pouco a mal, mas agora já estão mais que assumidas e dirigidas para o seu objectivo de descanso, de relaxar, e não stressar, é simples não é?! São 4 semanas para dizer a verdade, nem posso sair de Barcelona, ainda pensei ir para o Sol de Lisboa, mas não achei boa ideia ser uma fugitiva ilegal da Segurança Social.
A 1ª semana foi no sentido da palavra bastante divertida embora tivesse de repouso, isto porque, chegou a minha amiga Andrea, é Brasileira, mas vive em Telavive porque adoraaaaaa dxemaixxxx... Digamos que as estrelas nos puseram no caminho uma semana bastante terapêutica apesar de o bem estar ter sido curto, acabámos as duas com dores de garganta, dá para acreditar? Eu agora explico! Ela decidiu fazer companhia à sua amiga Rita e contribuir para o seu bem estar relaxado, de repouso, e de descanso, levando-a para um pique-nique na praia, com morangos, uvas, sandwichinhos,etc... Estava um dia de calor, bikini, sol muito sol, dormimos a sesta, fizeram-nos massagem na praia às duas quase ao mesmo tempo, veio um cara da terra dela e ainda leu a mão às duas, disse que íamos casar, e ter 1 menina cada uma, e que eramos mulheres super poderosas, blablablabla... Dá para acreditar? ! ahahahah... Acabou por comer também as nossas sandes, para pagarmos a leitura da sina.
O resto da semana eu e a Dea passámos a tertuliar da vida em Israel/Barcelona, acabando por sentir os sintomas do Sol de 2ªfeira, deixando-nos no sofá a ver Dvd´s, com saídas curtas a esplanadas, jantarzinhos caseiros (fiz chicken korma), e idas ao cinema, chá e muito ChaiLatte quentinho.
Antes de ir embora, deixou-me emprestado um livro que só eu pelos vistos não tinha lido do nosso grupo de amigas. No inicio pensava que era a típica noveleca barata, de miúdas sem namorado à beira de um ataque de nervos. Não entendia, porque dizia que era como a sua Bíblia, e quase lia de joelhos, vê lá, ahahah! Depois quando começei foi o melhor presente emprestado que ela me havia deixado, feito para mulheres viajadas como nós, mais como ela que não pára. Mas especialmente para mim que já tive em muitos sítios onde é passada a historia, e não há pouco tempo, há apenas meses. Justo antes ir de viagem, ela tinha-me aconselhado ler o livro antes, porque tinha muitos pormenores dos lugares onde eu ia estar na Indonésia.


A Andrea voltou para Telavive, fiquei sem companhia, começou a etapa Livro/Rita, Rita/Livro, o meu novo apêndice ia comigo para todo o lado, cozinha, casa de banho, sala, quarto, na mala, esplanada, não descansei em quanto na acabei. Seria escusado dizer que acabei em 4 dias, tentando dosear para que este prazer durasse o mais possível.


Autobiografia de Elisabeth Gilbert, Americana, Escritora e Jornalista da GQ, O livro chama-se EAT, PRAY, LOVE. A historia fala de uma mulher de 32 anos, divorciada de um casamento breve, e com o coração roto de outra relação podre devido aos seus altos e baixos. Uma mulher com uma crise existencial vai à procura do seu Eu, equilibrio, e felicidade, influenciada pela sua guru, embarca numa viagem de 12 meses repartida por 3 países, Italia, Índia, Indonésia.


A etapa Comer, passado na Itália, basicamente aprendeu a falar um pouco de italiano que era uma das suas ambições, e fez uma maratona gastronómica por toda a Itália, onde engordou 10 kilos, os quilos que faltavam na vida dela anterior . Ela descrevia tão bem como desfrutava o que comia, que fez-me ficar com fome em toda essa etapa. Alguma vez ainda me levantei e fui ao super comprar uma Pizza, apesar de nem chegar aos calcanhares das Pizzas de Nápoles que ela tanto gostava.


Etapa Rezar, na mística Índia, encontrou o seu Eu, a sua autoconfiança, através da meditação, esteve a viver num ashram da sua guru no meio da Natureza. As paisagens, os cheiros, e as vivências fazem vir ao tono todas as emoções enquanto fui comendo as letras com os olhos.



Amar, na Indonésia, encontrou o equilíbrio em Bali, hospedou-se na cidade de Ubud, e ali conheceu a cultura Balinense, que é muito simbólica e rica em costumes muitos tradicionais. O seu melhor amigo era um xamã (curandeiro), em que a ajudou a perceber todos os costumes, partilhou com ela a meditação balinensa, enquanto ela lhe tentava ensinar Inglês. Por uma amiga curandeira Balinense, fez dar a volta ao mundo uma causa. Conheceu o homem que hoje é casada, um Brasileiro.



Estive aqui durante 1 mês há 8 meses atrás, tive oportunidade, de estar nestes lugares e com o mesmo tipo de pessoas que ela esteve, e é tal e qual como o descreve. Só tenho realmente pena de não ter lido antes, para visitar 2 sítios: o querido Xamã, para ler a minha Mão como Deus manda, e trocar umas ideias com ele, e depois a casa da sua amiga curandeira fruto da causa que E. Gilbert provocou, Wayan's shop, que é conhecida pela "Tradicional balinense Healing", e provar a sua famosa refeição conhecida por "vitamin lunch".

Não foi só por ter estado em Itália e na Indonésia, que vi revividas muitas vivências, e por isso o livro vale a pena, mas pela vontade que ela põe a Um de viajar, e muito importante, aprender amar-nos, a ultrapassar e resolver os nossos problemas internos sem deixar uma pitada de mágoa, acreditar e ter fé , ajuda muito o universo a conspirar em favor de nós. Este livro é uma viagem de emoções que entrou no meu coração.
Como é de calcular, já tenho prendas para oferecer nos próximos aniversários às minhas amigas. A minha MaryDu não vai escapar, no Dia da Mãe, vai ter um!
Obrigada Andrea por este livro que me deixas-te emprestado, vou ter que comprar para ter em casa como Bíblia, sim e quase li de joelhos!



Faltam 2 semanas de tranquilidade, e paz antes de incorporar-me no meu trabalho, resta-me descobrir algo que me seduza como este livro! Alguma sugestão Amigos???

8 comentários:

Anónimo disse...

adorei,miúda...fico feliz que tenha sido útil para sua vida! e que te fez companhia durante todos esses dias de repouso...te adoro!!beijo grande...(:

Sabores de Aromas disse...

olá,
Eu tenho esse livro e tb já o ofereci a varias pessoas assim que vio vi no programa da Oprah comentar sobre ele e a propria autora do livro a falar comprei-o logo e simplesmente adorei é um livro fantastico.
e tudo bom para ti.
bjs

Rita disse...

obrigada sabor de aromas... fico contente de ter lido esse livro... dei uma espreitadela no seu blog e está com deliciosos petisquinhos, siga assim...
beijinhos

pipoka disse...

Rita,

Vim agradecer a tua visita e elogios. Deixaste-me com vontade de ler este livro! ;-)

bjs

Rita disse...

Obrigada Pipoka...
Lê mesmo merece muito a pena!!!
beijinhos

Andorinha disse...

Olá Rita, este livro é excelente e sim, uma bíblia pra rezar de joelhos :D
Uma sugestão para os próximos dias (embora já estejam a terminar) é o Périplo de Baldassare do Amin Mallouf.
Como vives em Espanha tens à disposição os livros da Matilde Assensi que recomendo VIVAMENTE. Ela tem 2 fantásticos, um deles é o El Último Catón.
As melhoras :)

Rita disse...

OBRIGADA, obrigada... sim na realidade hoje já começei a trabalhar... mas vou à fnac ou a uma livraria destas que tem tudo p comprar estes livros, necessitava mm de sugestões estava sem ideias.... e ao preço qe estão os livros hoje em dia não me apetecia gastar em qq coisa...estou com vontade de livros especiais....
beijinhosss, vou adicionar o teu blog p estar atenta às tuas novidades, já dei uma espreitadela :))

Naz disse...

Estou a adorar o blog :)
simplesmente lindo. Revejo m em muitas situações.
É um livro que tenho curiosidade de ler.
A parte de rezar/meditação é a que tenho mais aprofundado e fico com pena de não o ter feito há mais tempo.
Tudo de bom :)
continua ;)
kiss*